Motivação No Esporte

Paulo Penha de Souza Filho
10/09/2020

@psicologodoesporte.paulopenha


Motivação é a base de tudo. Para o técnico desenvolver o melhor em seus atletas, ele poderá dar um bom feedback após o treino, estimular um clima de empoderamento, gerar tarefas que promovam a autonomia dos atletas. A motivação intrínseca basicamente está associada a cada indivíduo, sendo melhor controlada, por ser autônoma. Já a motivação extrínseca possui variáveis internas e externas, como por exemplo os apoios sociais, que também são necessários. 


Elevar o clima motivacional é valorizar a aprendizagem, reconhecer o esforço, lembrar que o erro faz parte da aprendizagem. Também se deve apoiar a autonomia do atleta, oferecendo-lhe a oportunidade de se autogerir, inclusive entendendo o processo tático e técnico. 


É preciso estar atento ao apoio social que ocorre no âmbito da vida íntima do atleta e seus problemas. Devemos eliminar a motivação controladora e destacar a motivação autônoma. Se o apoio pela autonomia for alto, haverá menos possibilidade de Burnout e desistências precoces no esporte. Para se ter motivação realista é preciso ter aptidão, boas relações, autonomia e competência. 


Competência é o equilíbrio entre conseguir fazer uma tarefa e lidar com seu próprio ego, que quando está alto pode baixar a motivação. Deve-se ter cuidado especial nesse aspecto, pois não se pode querer ser melhor que os outros, mas tem que querer melhorar sempre, pois o esforço tem grande relevância: “Tem que querer fazer o seu melhor e não em ser o melhor”, assim, evita-se a frustração, a desmotivação, e até o aumento da irritabilidade. 


Manter o foco em sua maestria, isso sim, mantém uma boa motivação. A autoestima com maior vitalidade e mais diversão, será igual a: Motivação no Esporte.



Estou à disposição para tirar qual dúvida no whatsapp (41)991084243. 


Grande abraço, 

 Psicólogo do Esporte Paulo Penha



Paulo Penha de Souza Filho

Psicólogo

Profº MSc. Paulo Penha de Souza Filho


É formado como Psicólogo pela PUC-PR, Mestre em Distúrbios da Comunicação pela UTP, Especialista em Fisiologia do Exercício pela UFPR, Especialista em Psicopedagogia pela UTP e Especialista em Psicologia do Esporte pelo CFP. Especializando em MBA Executivo em Gestão de Negócio pelo UNIOPET.


Gerente de Saúde Esportiva na Psiccom Saúde Integral (PSICCOM), onde também atende clinicamente. Palestrante e professor em cursos de pós-graduação. Coordenador do Grupo de Estudos em Ciências do Esporte (GECE). Integrante da Comissão de Psicologia do Esporte do Conselho Regional de Psicologia do Paraná e Membro Conselheiro da Associação de Psicologia do Esporte do Paraná - APEP.


Trabalha em clubes, academias, e no consultório com atletas amadores e profissionais.


@psicologodoesporte.paulopenha

Currículo Lattes Completo




Acesse também

CADASTRE-SE EM NOSSA NEWSLETTER

Quer receber conteúdos exclusivos e em primeira mão diretamente no seu e-mail?

Nós não enviamos spam

RÁDIO PSICCOM

OUVIR

2020 - PSICCOM. Desenvolvido por Cazoolo para inspirar novas conexões