STRESS NO TÊNIS

Paulo Penha e Camilo Alvarez

Paulo Penha de Souza Filho
09/07/2020

Cada modalidade esportiva tem sua singularidade e no tênis não é diferente, é um esporte que exige o máximo do atleta sendo fisicamente e psicologicamente.



Participar de uma competição requer várias demandas do atleta, seja em uma competição individual ou em dupla; com isso o atleta pode ser afetado pelo estresse de forma positiva (eustress) ou negativa (distress). 


O estresse gera uma resposta física em nosso corpo, quando entra nesse estado, o corpo pensa que está sob um “ataque” e muda para o modo de “fuga e luta”, liberando dessa forma uma mistura complexa de hormônios e substâncias químicas que acaba prejudicando sua performance física em muitos aspectos.


No tênis, frequentemente o stress negativo acaba por gerar uma resposta depressiva  no corpo do atleta, desse modo o próprio perde a potência, o foco e a energia, podendo inclusive aumentar as possibilidades de lesões. Consequentemente perde-se muito do rendimento e desempenho em quadra. Qualquer tenista está sujeito ao estresse (amador ou profissional) e por mais clichê que pareça esse tema, é de extrema relevância que o stress esteja sob o controle do atleta que busca o máximo rendimento esportivo. O Caminho que soluciona essa questão é um bom treinamento emocional, realizado com um Psicólogo Esportivo.


Estou à disposição para tirar qual dúvida no whatsapp (41)991084243. 


Grande abraço, 


 Psicólogo do Esporte Paulo Penha



Paulo Penha de Souza Filho

Psicólogo

Profº MSc. Paulo Penha de Souza Filho


É formado como Psicólogo pela PUC-PR, Mestre em Distúrbios da Comunicação pela UTP, Especialista em Fisiologia do Exercício pela UFPR, Especialista em Psicopedagogia pela UTP e Especialista em Psicologia do Esporte pelo CFP. Especializando em MBA Executivo em Gestão de Negócio pelo UNIOPET.


Gerente de Saúde Esportiva na Psiccom Saúde Integral (PSICCOM), onde também atende clinicamente. Palestrante e professor em cursos de pós-graduação. Coordenador do Grupo de Estudos em Ciências do Esporte (GECE). Integrante da Comissão de Psicologia do Esporte do Conselho Regional de Psicologia do Paraná e Membro Conselheiro da Associação de Psicologia do Esporte do Paraná - APEP.


Trabalha em clubes, academias, e no consultório com atletas amadores e profissionais.


@psicologodoesporte.paulopenha

Currículo Lattes Completo




Acesse também

CADASTRE-SE EM NOSSA NEWSLETTER

Quer receber conteúdos exclusivos e em primeira mão diretamente no seu e-mail?

Nós não enviamos spam

RÁDIO-TV PSICCOM

ACOMPANHE OS PROGRAMAS

2020 - PSICCOM. Desenvolvido por Cazoolo para inspirar novas conexões